Blog

Avisos de sinistros: eventos climáticos e o Seguro Rural

Avisos de sinistros: eventos climáticos e o Seguro Rural

Avisos de sinistros: eventos climáticos e o Seguro Rural

O mercado de seguro rural vive uma fase de quebra de recordes no Brasil, mas nem todos os números são positivos para as instituições financeiras. Ao mesmo tempo em que os valores segurados estão em alta, há também uma aceleração nos avisos de sinistros, principalmente pelos fenômenos climáticos que ocorreram nos últimos meses.

Esse contexto traz um impacto financeiro para as seguradoras. De acordo com Joaquim Neto, executivo da FenSeg (Federação Nacional de Seguros Gerais), para cada R$1 recebido em prêmios, houve pagamento de R$2 ou mais em indenizações em 2021.

Além disso, há outros custos envolvidos e que intensificam os prejuízos. A alta sinistralidade gera um problema de logística, porque as instituições devem fazer a regulação dos sinistros e as vistorias presenciais são caras e têm muitos obstáculos.

Nesse sentido, ter acesso à tecnologia de ponta e inteligência de mercado é essencial para qualquer organização que trabalha com seguro rural, porque somente uma redução nos custos operacionais pode fazer essa conta fechar.

Para ajudar a resolver o problema, a Agrotools, agtech que tem o maior banco de dados do agro no país, desenvolveu o Gix, um aplicativo que faz toda a diferença na hora de coletar informações em campo. Conheça melhor a nossa solução e veja como a digitalização pode transformar a regulação de sinistros na sua instituição!

Avisos de sinistros em alta no Brasil

O seguro rural está em franca expansão no Brasil. Em 2021, o valor segurado alcançou o recorde de R$68,3 bilhões, com 121 mil produtores rurais beneficiados e mais de 277 mil apólices emitidas dentro do Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural (PSR). De fato, é um mercado com muito potencial para os próximos anos.

Por outro lado, os avisos de sinistros também bateram recordes e trouxeram impactos financeiros para as seguradoras. Fatores como a seca e a estiagem contribuíram para o acumulado de R$4,1 bilhões pagos em indenizações para os produtores entre janeiro e novembro de 2021.

O ano de 2020 fechou com R$2,5 bilhões pagos, ou seja, os valores aumentaram consideravelmente mesmo sem o mês de dezembro na conta. Algumas localidades sofreram mais, como a seca que prejudicou a produção de soja e milho na região Sul.

Dificuldades geradas pela alta dos sinistros

O aumento dos avisos de sinistros gera um problema extra para as seguradoras, porque intensifica o fluxo de visitas presenciais. Naturalmente, há um aumento nos custos operacionais, já que as indenizações precisam ser pagas aos produtores em até 30 dias e muitos avisos são concentrados.

Ao mesmo tempo, coordenar e enviar os agentes de campo para as vistorias também é custoso. O monitoramento constante das apólices é um recurso para detectar os fenômenos climáticos e organizar previamente a equipe de campo, mas ainda não é possível encerrar de vez o procedimento físico.

Por isso, principalmente em períodos com explosão no número de ocorrências, as seguradoras devem encontrar formas para tornar as vistorias mais baratas e eficientes. Uma delas é melhorar e agilizar o processo de coleta dos dados, que são a base para fazer a regulação do sinistro e confirmar se houve perda por fenômenos previstos no contrato.

Gix, a ferramenta que facilita as vistorias presenciais 

O Gix é o aplicativo móvel criado pela Agrotools para digitalizar os dados coletados durante as vistorias presenciais e tornar o processo mais prático e eficiente. Ele está disponível para os sistemas operacionais iOS e Android e tem uma série de funcionalidades para a coleta de evidências geoespaciais.

O aplicativo é integrado ao TerraMatrix, a nossa plataforma geográfica proprietária de monitoramento das propriedades rurais. A partir do Gix, assim que ocorrem os avisos de sinistros, a empresa tem uma série de ferramentas para auxiliar nas visitas, como questionários, coleta dos passos, inserção de fotos e áudios e até a assinatura digital do produtor ou cliente.

Dessa forma, a empresa tem mais segurança nas informações, porque a entrevista manual é passível de erros e omissões, e também consegue organizar melhor o seu time de agentes de campo, com inspeções mais rápidas e seguras. 

Além disso, o acesso à tecnologia de ponta é fundamental para a tomada de decisões, principalmente pela possibilidade de parametrizar os dados obtidos e criar um histórico sobre clientes e territórios.

Gix, a ferramenta que facilita as vistorias presenciais

Implementação do Gix

Um dos diferenciais do Gix é a sua implementação personalizada. Ou seja, o aplicativo é preparado para se comportar conforme as necessidades do cliente, porque cada um tem seus próprios objetivos. Assim, é possível alcançar os melhores resultados durante os avisos de sinistros e vistorias presenciais.

Seguro Rural

Cada cliente tem o seu perfil de utilização, então a equipe de especialistas da Agrotools realiza um onboarding (integração) individualizado. Nesse momento, os objetivos principais da utilização do app são definidos em conjunto com o cliente, a fim de desenvolver o processo de digitalização e estruturar a coleta de informações.

“Os roteiros, assim como os questionários e processos, possuem características individuais e fazemos a estruturação do app nesse sentido. Vale reforçar também que os outputs, principal objetivo do uso do app, são elaborados de acordo com as necessidades dos nosso clientes/parceiros”, complementou o Executivo de Soluções Rodolpho Mittelstaedt. 

Um exemplo são os questionários utilizados pelos peritos para fazer a vistoria, que têm suas próprias características. As vistorias de milho safrinha, por exemplo, precisam de dados diferentes das apólices de café, então o Gix permite que você crie processos mais rápidos e eficientes, sem o recolhimento de dados desnecessários.

Por fim, o aplicativo é uma ferramenta que pode ser utilizada junto com outros produtos da Agrotools. O Insurance é a solução que viabiliza a digitalização do seguro rural, o que traz uma visão completa dos territórios e mitiga os riscos socioambientais. Há também APIs e microsserviços que podem cobrir necessidades específicas.

Portanto, as nossas soluções são complementares e digitalizam todo o processo de seguro. Dessa forma, a seguradora pode diminuir seus custos operacionais e melhorar a  rentabilidade da sua atividade.

 

Diferenciais do Gix na esteira do seguro rural

A indústria do seguro rural tem altos custos. Pedro Loyola, diretor do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, ressaltou na última edição do AT Talks que cerca de 30% do valor dos prêmios são direcionados para pagar o custo operacional do seguro. Dentro desse número está a rede de peritos, responsável por fazer a vistoria após os avisos de sinistros.

A tecnologia traz muitos benefícios para a estrutura das seguradoras, principalmente com a capacidade de monitorar o campo e se antecipar a possíveis problemas. Apesar disso, ainda não é possível abolir as vistorias presenciais. Logo, o aplicativo é uma munição importante para reduzir os custos das visitas, porque elas se tornam mais rápidas e assertivas. Ou seja, há um ganho de desempenho na organização.

As fotos que são coletadas no aplicativo são georreferenciadas. O Gix só permite ao usuário coletar as informações se ele estiver dentro do talhão selecionado para a visita. Essa funcionalidade é como uma “cerca virtual” que ajuda o perito em campo a ter certeza de que está no território correto.

Um grande diferencial do Gix é que o aplicativo funciona de forma offline no momento da coleta. O Brasil é um país imenso e muitos locais não têm acesso estável à internet. Isso dificulta o trabalho dos agentes do campo, que enfrentam problemas de conexão e muitas vezes precisam anotar as informações no papel.

Ao usar a solução da Agrotools, o agente pode preencher os formulários, reunir fotos e vídeos e adicionar a assinatura do responsável pela propriedade mesmo sem acesso à internet. Quando ele estiver novamente conectado, o app envia as informações para o sistema.

O Executivo de Soluções da Agrotools Renan Fontes de Oliveira exemplifica: “Como se fosse o primeiro ‘tick’ do WhatsApp, ele guardou sua informação temporariamente, até que a outra pessoa tenha recebido e ter dado o segundo “tick” que ela recebeu. O GIX retém a informação primeiro ‘tick’ e assim que tem acesso a alguma rede ele faz o segundo “tick” enviando essa informação para o Terramatrix”.

Além disso, o usuário do Gix ganha agilidade e segurança nas informações. Se o agente de campo utiliza o Microsoft Excel, por exemplo, ele pode pular uma pergunta, apagar respostas sem querer, encontrar dificuldades para subir o arquivo ou até mesmo perder aquele material.

A padronização do questionário traz segurança para a coleta de dados após os avisos de sinistros. Dessa forma, a empresa é capaz de parametrizar suas ações e criar um histórico rico sobre os clientes e as propriedades rurais, o que faz toda a diferença na estratégia da seguradora para os próximos anos. Nesse mercado, informação vale ouro!

Dentro do contexto de alta nos avisos de sinistros, a tecnologia faz toda a diferença para tornar o processo de regulação mais eficiente e com menos custos. O aplicativo Gix, em conjunto com as outras soluções da Agrotools, traz mais segurança e ganhos de rentabilidade para as instituições que atuam com seguro rural.


Nossas soluções para seguro rural digitalizam a esteira de seguro agrícola, viabilizando a análise e o mapeamento territorial das propriedades cobertas. Assim, os riscos das operações são mitigados e seguradoras e resseguradoras podem oferecer coberturas com condições mais atraentes para o produtor do campo.

Quero saber mais

Relacionados

equipamentos agrícolas

A importância do seguro para equipamentos agrícolas

atlas do seguro rural

Atlas do Seguro Rural: conheça a nova versão e veja como usar os dados

Agricultura de resiliência e Seguro Rural

Agricultura de resiliência e Seguro Rural

Solicitar Orçamento