Investimento sustentável: entenda o que é e os seus impactos para o agro

A empresária Luiza Helena Trajano concedeu uma entrevista na qual declarou “Quem não entrar no ESG não tem mais valor no mercado”. A fala da empresária serve como mais um alerta para os players que seguem negligenciando aquilo que já é um fato: organizações que não se comprometerem com questões ambientais, sociais e de governança corporativa vão perder competitividade e deixar passar o trem para o crescimento e para a inovação.

Esse novo cenário tem se imposto de forma especial para o agronegócio e para as instituições que se relacionam com ele, principalmente aquelas que financiam e seguram o setor. Por isso, é preciso estar preparado para entender os impactos e as oportunidades que essa nova maneira de pensar e fazer negócios apresenta.

Neste artigo, nós mostramos como está o cenário para o investimento sustentável e apresentamos opções de aplicações em compliance com a agenda ESG que prometem ser muito vantajosas para as instituições que seguirem essa tendência. Boa leitura!

Investimento sustentável, conceito

Na mesma entrevista em que sentenciou o fim do valor das companhias que não se alinharem ao ESG, a dona do Magazine Luiza também ressaltou a importância de manter o propósito nos negócios. E essa busca por propósito é o que guia o investimento sustentável, que objetiva lucro sem abrir mão de valores e é focado no financiamento do progresso que não cause danos ao meio ambiente e gera justiça social.

Para as instituições que desejam embarcar na tendência, fundamentar suas ações sobre os três pilares a seguir é uma maneira de fazer uma transição bem sucedida da carteira:

Exclusão

Para começar a fazer investimentos sustentáveis, exclua da sua carteira empresas e setores que não refletem os valores da instituição e que não estão comprometidos com os princípios ESG.

Inclusão

Passe a incluir fatores ambientais, sociais e de governança corporativa nas análises para liberação de crédito, financiamento e investimentos, e também na gestão da sua carteira de clientes.

Impactos

Além do lucro, estabeleça como objetivo dos investimentos da sua empresa causar impacto ambiental e social positivo e mensurável.

O cenário para os investimentos sustentáveis

As instituições financeiras, e outras empresas que querem investir no setor agro, que ainda hesitam sobre os investimentos sustentáveis devem ficar atentas a números e informações que deixam claro o quanto o cenário é favorável para esse tipo de aplicação:

  • para começar, é consenso entre grandes nomes do mercado financeiro que investimentos sustentáveis têm ganhos comparados com o retorno esperado de investimentos convencionais.
  • melhor, pesquisa da UBS mostra que investimentos sustentáveis melhoram o retorno e, quando não melhoram, não os afeta negativamente.
  • dados e estimativas da BlackRock mostram que há uma tendência sólida do crescimento dos investimentos sustentáveis nos próximos anos.
  • em pesquisa recente, a Bloomberg estima que a agenda ESG deve atrair US$53 trilhões em investimentos em 2025.

Os impactos da demanda por investimentos sustentáveis para o agro

Em uma publicação de março, a Harvard Business Reviews, meses antes da publicação do último relatório do IPCC sobre a crise climática, já advertia que as companhias que falharem na adoção de práticas que consideram as mudanças climáticas correm o risco de ter seus serviços e produtos inviabilizados.

Essa é uma ameaça que afeta de forma sensível o segmento agro, em toda a sua cadeia. Já que a urgência de completar a transição para uma economia de baixo carbono se impõe e afeta o modo de produção no agronegócio, que precisa buscar por processos que:

  • reduzam a emissão de CO2
  • evitem o desmatamento
  • promovam o uso consciente de água
  • garantam condições dignas de trabalho
  • estimulem o progresso das comunidades locais

Produtores que não se alinharem a critérios como esse, terão cada vez mais dificuldades para obter crédito, contratar seguro e acessar investimentos. Por outro lado, instituições financeiras que não aplicarem princípios ESG na composição da sua carteira estarão expostos a riscos reputacionais, morais e legais.  

banner ESG

Exemplos de investimentos sustentáveis

Agora que você tem informações sobre o cenário para investimento sustentável e viu como a transição para essa modalidade de aplicação afeta o agro, vale conhecer melhor algumas das opções para instituições que aceitam o desafio de investir de forma mais consciente:

Green bonds

Os green bonds, ou títulos verdes, são papéis de aplicação que só podem ser emitidos para financiar investimentos considerados sustentáveis. São exemplo de projetos que podem receber esse tipo de aporte:

  • construção de infraestrutura de energia limpa e renovável
  • implementação  de transporte verde e outras ações capazes de reduzir emissões de CO2
  • ações para redução de consumo de água, energia e matérias-primas
  • ações para PD&I (Pesquisa de Desenvolvimento e Inovação) 

Segundo documentação da FEBRABAN (Federação Brasileira de Bancos), existem três passos estratégicos para a emissão de um Green Bond no país:

1. Pré-emissão

Nessa etapa é feita uma análise de mercado que avalia os riscos e oportunidades da operação, após ela ser considerada elegível e desenhada como um título verde. 

2. Emissão

Essa é a etapa em que o título é efetivamente criado e distribuído para os investidores. Para que ele seja emitido é necessário que haja uma instituição financeira coordenadora, líder da oferta, que será responsável por orientar todo o processo, e por fim, colocá-lo disponível para conseguir as captações.

3. Pós-emissão

A etapa final engloba o monitoramento e o reporte da captação e da manutenção do projeto. Além do controle dos recursos obtidos com a emissão para os indicadores de desempenho ambientais.

Fundos ESG

Os fundos ESG são aqueles que destinam seus investimentos apenas para empresas e empreendimentos que atendem aos critérios de responsabilidade ambiental, social e de governança corporativa. 

Além de sua característica principal, que é o investimento focado em negócios sustentáveis, os fundos ESG também se destacam por apresentar altas possibilidades de retorno em médio e longo prazo, e por serem menos voláteis, já que seus rígidos princípios de governança mitigam riscos com queda no da ação por descumprimento de legislações ou perda de valor da marca.

Para instituições que pretendem abrir um fundo ESG, ou investir em um, para aproveitar as oportunidades de um mercado que só em 2020 captou cerca de R$ 2 bi e fechou o ano com cerca de R$ 6 bi, considerando os rendimentos, é importante fazer as seguintes exigências ao avaliar empresas e empreendimentos que receberão um investimento:

  • detalhar as práticas corporativas
  • mostrar, com transparência, suas relações com a mídia e suas declarações financeiras
  • buscar por inclusão e representatividade de minorias no negócio
  • oferecer respeito nas relações com funcionários, fornecedores e acionistas
  • ter iniciativas sociais
  • buscar a redução da pegada de carbono, preferindo fontes renováveis de energia
  • usar recursos e matérias-primas com consciência nos processos de produção.

Atividades extrativistas sustentáveis na Amazônia

Documentos como o Amazônia do Futuro, mostram que é possível –  e necessário – conciliar investimentos privados com preservação do meio ambiente em projetos na região.

As atividades extrativistas sustentáveis, por exemplo, além de reduzir o impacto ambiental na floresta, ajudam a garantir segurança alimentar para as comunidades locais e estimulam o progresso na região.

Segundo o IBGE, a economia de produtos florestais não madeireiros movimenta mais de R$ 1,5 bilhão por ano. E essa não é a única possibilidade de investimento sustentável na região da maior floresta tropical do mundo. Há oportunidades para aplicações:

  • em parcerias público-privadas para saneamento, serviços para oferta de água potável e esgoto e coleta de lixo (em acordo com a Lei 14.026/2020)
  • no mercado de gás natural, conforme a Nova Lei do Gás (Lei 14.134/2021)
  • no desenvolvimento de infraestrutura de tecnologia da informação e de comunicação, para conectar toda a região amazônica
  • no financiamento de programas habitacionais

Como você pode confirmar ao longo deste conteúdo, o investimento sustentável impacta a cadeia agro e apresenta diversas oportunidades para instituições que entendem a urgência de se alinhar à agenda ESG.
E se você quer otimizar a transição da sua empresa para essa nova realidade, visite nosso site e veja como as soluções digitais da Agrotools ajudam a mapear, avaliar e monitorar sua carteira de clientes.

BRAND

Compartilhar este post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Anterior
Próximo

Mais para explorar